Histórico da Bergader

“Uma boa empresa é como um bom queijo. Ela amadurece.” 

Charlotte Steffel, filha de Basil Weixler, fundador da empresa. 

Em 1902, Basil Weixler assentou o alicerce para a Bergader atual, abrindo uma pequena queijaria no seu vilarejo.

Com o seu apurado senso para gostos populares, ele desenvolveu um queijo similar ao Roquefort nos anos 20. O nome que ele escolheu para este queijo: Bavarian Mountain Roquefort (Roquefort Bávaro Montanhês), parecendo com o tipo de queijo francês de maneira muito óbvia.

Produtos inovadores para o balcão de especialidades

Embora Basil Weixler tenha perdido a ação judicial que se seguiu, ele tornou-se popular graças à cobertura de imprensa detalhada do seu processo. Ele lançou o Bergader Edelpilz, um queijo que desde então não foi modificado. Criatividade e inovação caracterizaram a empresa desde os anos da sua fundação passando pelos anos 60, onde muitos produtos inovadores foram desenvolvidos para o balcão de especialidades. 

Quando o Bavaria blu foi lançado em 1972, a empresa gerenciou a criação do protótipo de uma nova geração de queijos de fungo azul.

A Bergader foi a primeira queijaria alemã a receber o “Goldener Zuckerhut” em 1979, um prêmio cobiçado na indústria alimentar alemã, por esse feito corporativo.

Atualmente, a Bergader é a líder de mercado na Alemanha para produtos de balcão de especialidades, entrando de maneira crescente no mercado de prateleiras de autoatendimento.

O sucesso da empresa está baseado no conceito de oferecer especialidades de alta qualidade. E uma coisa jamais irá mudar: a Bergader tem sido e sempre será de propriedade familiar.

Receitas deliciosas

Pizza de brócolis com Bergader Edelpilz

Para a receita

Receitas para todos os dias

Rápidas, fáceis e deliciosas.

Receitas para todos os dias